domingo, 3 de janeiro de 2010

Os sinos já não bimbalham. Músicas de Natal já não se ouvem. Até as propagandas natalinas já sumiram. E os Magos no deserto, parecem meio perdidos neste calendário secularizado, que só se fala de sol, praia, férias e viagens. Viajando eles estão. Sol e areia, no deserto tem muito! Mas eles não estão de férias e nem perdidos... Havia uma estrela.
E a estrela os guiava para onde estava o Menino.
O Menino!
Como um ser tão pequenino podia causar tamanha expectativa e alvoroço?
O Filho de Deus, nascido de mulher, para ser o Salvador universal. Por essa razão, os Magos o procuravam. E, quando O encontraram, ficaram profundamente alegres. Satisfizeram os anseios mais íntimos do seu coração.

É essa, pois, a mesma alegria que a estrela oferece a nós todos. É esse o presente que Deus nos deu no Natal e que jamais ficará velho ou obsoleto.
- Martinho Lutero Hoffmann -

2 comentários:

teresa disse...

que seja sempre natal dentro do nosso coração ..
e que gardemos lá dentro a vinda do nosso deus-menino ...

beijinhos ..

Marizza Semeadora disse...

É muito gostoso chegar no blog e encontrar um comentário! Melhor que isso é vir retribuir e encontrar um post magnífico como este! Muito obrigada pela visita! O que você tem semeado? Aquilo que você semear, isso também colherá. Semeia para o Espírito e do Espírito colherá vida eterna. Deus te abençoe!Paz e Bem!