quinta-feira, 15 de abril de 2010

Todo mensageiro ou embaixador se esforça ao máximo para ser fiel àquele que o envia. Assim foi Jesus, que em tudo cumpriu a vontade do Pai, fazendo-se um de nós, sem agarrar-se a sua condição divina. Humilhou-se, tomou a forma de servo, entregou Sua vida de forma dolorosa; tudo por amor à humanidade ferida e por amar o Pai de maneira única e sem igual – ser de Deus e para Deus.
As palavras de Jesus contêm a doçura do mel, pois em Deus está a ternura e a bondade, a misericórdia e o gozo. Diante de tão perfeito Enviado está a nossa liberdade de acolher a vida e deixá-la transbordar em plenitude divina, ou fechar-nos em nosso mundo pequeno de ambições e trevas, optando por uma vida longe de Deus.
Você ainda tem alguma dúvida?
- Magda Brasileiro -

3 comentários:

Aliny disse...

respondendo o texto...Nao tenho duvida... quero minha vida em plenitude divina :) vou parar por aki amiguinha pq ja respondi neh...fique com os anjinhos..Bjinhux

Sandra Rossi disse...

Olá Tetê!

Passei só para te deixar um abraço bem gostoso!
Não conhecia este seu blog. Gostei mto, belas mensagens e reflexões!

BJuS e fique com Deus!

Zéza disse...

Oi querida! Vim agradecer a sua visita e avisar que já atualizei! Estou esperando sua visita!! Beijos azuis!