domingo, 11 de março de 2012

Santidade no templo - terceiro domingo do retiro

Jesus frequentava o templo de Jerusalém. Muitos frequentavam esse espaço com o coração cheio de beleza , humildade, delicadeza e de retidão. O Evangelho de hoje nos mostra que Jesus se mostrou encolerizado contra os que não tinham pureza de coração no interior do templo e derruba a mesa dos cambistas.
Nossos templos cristãos, belíssimos uns, simples outros, alguns modestíssimos mesmo, são espaços onde pessoas buscam o Senhor. Tudo tem que ser santo no templo, importante que os corações sejam profundamente retos, tanto dos fiéis como os sacerdotes. Não se deve fazer da casa do Pai um lugar de busca de interesses, que profanem o templo.
Jesus e o Pai se fazem presentes nos belos e ricos encontros que temos nos nossos templos. Mas o Senhor está também no templo do ser humano. Ele está na velhinha que “não tem onde cair morta”, no drogado apedrejado, no pobre coitado dado à bebida e que não tem forças para sair de tal prostração... o Senhor está no mais abandonado de todos!

Quaresma é tempo de conversão. É tempo do amor que é a força maior da conversão.
Que a força do amor nos faça melhores e mais fraternos!
- Frei Almir Ribeiro Guimarães -

Estou participando do Retiro Espiritual da Quaresma da amiga Brisa ao Vento. O tema sugerido para hoje é: Atitudes do pecador arrependido

. renunciar ao pecado:
Mas se o ímpio se arrepender de todos os pecados cometidos, guardar todas as minhas leis e fizer o que é direito e justo, viverá com certeza e não morrerá. Nenhum dos crimes cometidos será lembrado contra ele. Viverá por causa da justiça que praticou. Acaso tenho prazer na morte do ímpio? — oráculo do Senhor DEUS. Não desejo antes que mude de conduta e viva? Mas se o justo se desviar de sua justiça e praticar a injustiça, imitando todas as abominações cometidas pelo ímpio, poderá fazer isso e viver? Da justiça que praticou nada será lembrado. Por causa da infidelidade e do pecado que cometeu, por causa disso morrerá. Vós direis: ‘A conduta do SENHOR não é correta! ’ Ouvi, casa de Israel: É a minha conduta que não é correta, ou é a vossa que não é correta? Quando um justo se desvia da justiça, pratica a injustiça e morre, é por causa de sua injustiça que ele morre. Quando um ímpio se arrepende da maldade que praticou e faz o que é direito e justo, conservará a própria vida. Arrependendose de todos os crimes que cometeu, ele certamente viverá, não morrerá. Ez 18,21-28

O Senhor quer que todos sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade. 1Tm 2,4

. jejuar:
(...) mesmo no dia de jejum, só cuidais dos vossos interesses e continuais explorando os trabalhadores. Acontece que jejuais criando caso, brigando e esmurrando. Deixai de jejuar como até agora, para que vossa voz chegue ao Altíssimo. Será este o jejum que eu prefiro, um dia em que a pessoa se humilha: Curvar o pescoço como vara, ou deitar na cinza vestido de luto? É a isso que chamais de jejum, um dia agradável ao SENHOR? Acaso o jejum que eu prefiro não será isto: acabar com a injustiça qual corrente que se arrebenta; acabar com a opressão qual canga que se solta; deixar livres os oprimidos, acabar com toda espécie de imposição? Não será repartir tua comida com quem tem fome? Hospedar na tua casa os pobres sem destino? Vestir uma roupa naquele que encontras nu e jamais tentar te esconder do pobre teu irmão? Aí, então, qual novo amanhecer, vai brilhar a tua luz, e tuas feridas hão de sarar rapidamente. Teus atos de justiça irão à tua frente e a glória do SENHOR te seguirá. E quando o invocares, o SENHOR te atenderá, e ao clamares, ele responderá: “AQUI ESTOU!” Se, pois, tirares do teu meio toda espécie de opressão, o dedo que acusa e a conversa maligna, se entregares ao faminto o que mais gostarias de comer, matando a fome de um humilhado, então a tua luz brilhará nas trevas, o teu escuro será igual ao meio-dia. Is 58, 3c-10


Quando jejuardes, não fiqueis de rosto triste como os hipócritas. Eles desfiguram o rosto, para figurar aos outros que estão jejuando. Em verdade vos digo: já receberam sua recompensa. Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto, para que os outros não vejam que estás jejuando, mas somente teu Pai, que está no escondido. E o teu Pai, que vê no escondido, te dará a recompensa. Mt 6, 16-18

2 comentários:

Samantha: disse...

A Paz de Jesus e o Amor de Maria! Tudo bem? Espero em Deus que sim! Muito bom esse seu post! Boa reflexão! Obrigada por sua visita! Atualizei agorinha. Beijinhos e uma semana abençoada! Samantha

Brisa da Manhã disse...

Olá! Você sempre com maravilhosos posts! É muito bom vir aqui! Obrigada por sua visita! Beijos suaves da Brisa da Manhã