quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Tudo é do Pai

Há pessoas que se consideram melhores que as outras. Um exemplo está narrado no livro de Ester. Hamã, orgulhava-se das suas riquezas e das honras que recebia. Nomeado primeiro ministro pelo rei da Pérsia, ficou muito zangado com o judeu Mordecai porque este não se curvava diante dele em sinal de respeito. O orgulho fez dele uma pessoa intolerante e vingativa. Ele conveceu o rei que os judeus eram uma ameaça e conseguiu uma ordem para que todos fossem mortos. Mas, sob a poderosa mão de Deus, quem acabou sendo morto foi o próprio Hamã.
Precisamos fugir do orgulho e reconhecer que tudo o que somos e temos são dádivas concedidas por Deus. Se conseguimos estudar mais do que os outros, ou se possuímos um emprego melhor ou mais bens materiais que os outros, não deveríamos achar que isso é mérito nosso, mas reconhecer que, atrás de tudo, está a mão poderosa e graciosa de Deus.
Devemos lembrar-nos do bem maior que existe, a salvação pela fé em Jesus, que é concedida de forma igual a todos os cristãos. Que o Senhor nos ajude a ser humildes e a reconhecer que tudo o que somos e temos é benção divina.
- Ernest Raim -

(click e leia)

Um comentário:

Sheila Jorge disse...

Oi Tetezinha... passando para lhe fazer um carinho e dizer que consegui um outro médico que está disposto a me operar, por favor continue rezando por mim, ok? Que Papai do Céu a abençoe e continue iluminando este lindo blog! bjinhos...