quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Chega de fardos!

Um velho agricultor fizera o voto de nunca viajar de avião, pois, de acordo com a sua filosofia caprichosa, viagem aérea era coisa de pássaros. Certo dia surgiu uma emergência e lhe pareceu necessário tomar um avião a fim de alcançar a cidade distante. Quando chegou, parentes eram só interrogatórios para saber como havia sido sua primeira experiência no ar. “Ora, disse o velho, tudo correu bem, mas vou dizer-lhes uma coisa: nunca abandonei o meu peso inteirinho àquele acento!”  
Temendo que o avião não tivesse força suficiente para carregar todo o peso dele, passara a viagem toda em posição tensa, tentando carregar sua parte do peso. Essa história humorística nos faz rir, mas não é o que alguns de nós fazem na jornada da vida?

Sabemos que Jesus nos convida a lançar toda a nossa ansiedade sobre Ele, mas em nossa tolice humana, insistimos em apegar-nos a alguns dos nossos cuidados e lutar pessoalmente com eles; enfermidade, dificuldades financeiras, um futuro incerto, a velhice que se aproxima... insistimos em carregar alguns fardos como se o bom Jesus não fosse capaz de cumprir Sua promessa de carregar tudo por nós.
E assim, à semelhança do velho agricultor, nunca abandonamos todo o nosso peso... nunca estamos inteiramente certos de que os braços onipotentes de nosso Deus nos levarão com segurança até o fim. Acabemos com isso de repartir nossa carga com o Todo-poderoso e coloquemos nossos fardos inteiramente em Seus braços!
Herman W. Gockel 

8 comentários:

✿ chica disse...

Que lindo e faz bem pensar,Tetê! Beleza! bjs, chica

Anete disse...

Muito boa a reflexão, Tetê... Imagino que o senhor tinha receios de voar e aí criou a tal "frase"... Mas, por que não confiar os fardos nas mãos Daquele que tudo pode?! Nossa tendência é ficar ansioso, agoniado e apressado... Ele sabe da nossa estrutura, porém devemos lembrar que vale a pena clamar pelo nosso Criador! O fardo fica mais leve e podemos voar p o alvo...

Amei! Beijos...

Mirtes Stolze. disse...

Querida amiga.
Obrigada por compreender. Como você poderia imaginar tão situação rsrs.
Ela é vovo dos meus pequenos acho que está com ciumes rsrs, pois a sua filha e netos estão comigo aos finais de semana e alguns dias durante a semana, mas de forma nenhuma tenho nada a ver com isso, a minha sobrinha decide o que faz com a sua vida, e a minha porta sempre estará aberta, eu amo os meus sobrinhos. Mas com isso a minha irmã deixou de falar comigo, enfim o tempo tudo isso passará.
Quanto a postagem uma linda reflexão,devemos entregar o nosso fardos nas mãos do criador, dessa forma confiando com fé em Deus tudo se resolve, só basta manter o amor no coraçao , e amar uns aos outros.
Um forte abraço.

Maria Luiza disse...

Oi Tetê, é mesmo interessante e fazemos como o rapaz fez, quando estamos nos braços de Jesus, custa-nos aliviar-nos de toda a carga! Eu brigo muito comigo mesma para ter mais fé! Quero muito jogar-me nos braços do Pai me esquecer de tudo! Um abraço enorme! Beijos!

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Tetê
Ultimamente tenho conseguido deitar-me no assento do avião e relaxar mesmo... Agora, lendo o seu post, entendi o por quê...
Bjm fraternal

Mariangela disse...

Que ótima reflexão Tetê, e muito linda!
E como é bom termos fé, e deixarmos a ansiedade de lado e colocar o nosso fardo nos braços do no Pai!
Um abração amiga!
Mariangela

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Tetê
Estou aqui em oração visto que não fui aí...
Daqui a pouco, vou resolver algo...
me coloquei nos Braços de Deus e Ele tá resolvendo pra mim um monte de coisas...
É bom ler o seu post e meditar, com calma!!!
Bjm fraternal

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia Querida amiga.
Sentindo falta da minha leitura, espero que esteja tudo bem. Fiz um habito todas as noites ler um pouco dos seus preciosos ensinamentos.
Um lindo fds.
Um forte abraço.