sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Leitura diária

Há muito tempo, as autoridades russas anunciaram a descoberta de um exemplar muito raro da Bíblia em um baú de raridades na Biblioteca de Moscou; tratava-se de uma Bíblia impressa no século XV sobre pele de vitela pelo alemão Gutenberg. Era uma das primeiras bíblias impressas e estava em ótimo estado. Parece que as forças soviéticas a haviam tirado de um museu alemão durante a Segunda Guerra.
Das 48 bíblias impressas por Gutenberg por volta do ano de 1450 e que ainda existem, somente 12 foram impressas sobre pele de vitela; dessas, poucas estão completas e em bom estado. Em 1987, uma delas foi arrematada em um leilão em Londres pelo fabuloso valor de 10 milhões de dólares.
O valor da Bíblia não está, porém, em sua raridade, mas em seu conteúdo. Nós que a temos ao nosso alcance, será que nos damos conta do tesouro que possuímos? Tratamos esse livro como uma relíquia ou um amuleto, ou como o livro mais precioso para manuseio diário? A Bíblia não serve somente para se meditar quando se está só, mas para ser lida em família, explicada para as crianças e para ser utilizada sempre como referência. A Bíblia ou a Sagrada Escritura é a Palavra de Deus que permanece eternamente.
Devocionário Boa Semente 

2 comentários:

✿ chica disse...

Tudo que nela está escrito tem valor! Lindo fds! bjs, tuuudo de bom,chica

Anete disse...

A Bíblia é o Livro dos livros e quanto mais lemos mais revelações temos do Amor de Deus!
Amo muito o Seu conteúdo e leio com muitíssimo prazer...

Bom fim de semana, Tetê... Abraços...
Venha Cirandar com o tema Infância...