quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

João 3,16

O coração do problema humano é o coração do humano e o tratamento de Deus é prescrito em João 3,16: “Deus tanto amou o mundo que deu a seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”. Deus ama; Deus deu. Nós cremos; nós vivemos.
João 3,16 é um alfabeto de graça, um sumário da esperança cristã, sendo cada palavra uma caixa forte de joias. Leia o versículo devagar e em voz alta, e perceba a palavra que prende a sua atenção.
Deus tanto amou o mundo”. Poderíamos esperar um Deus movido pela ira; que pune o mundo, recicla o mundo, abandona o mundo... mas um que ama o mundo? A afirmação de João 3,16 é capaz de acalmar o coração, de tranquilizar a mente... “Deus deu seu Filho”, seu único Filho... nada de ideias abstratas, mas divindade revestida de carne. As Escrituras igualam Jesus a Deus. Deus, portanto deu de si mesmo. Por quê? Para que “todo o que nele crer não pereça”.


Deus Pai, Teu amor está verdadeiramente além da minha compreensão; ele se estende a qualquer pessoa em todo canto do mundo. Que eu me disponha a espalhar as boas novas do Teu amor toda vez que me deres oportunidade de fazê-lo. Amém!
Max Lucado

5 comentários:

✿ chica disse...

AMÉM!! Lindo,lindo! bjs, chica

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Tetê
Um amor assim tão grande nos pode proporcionar só sentimentos bons... nos impulsionar boas ações...
Bjm fraternal

Anete disse...

Puxa, um AMOR de tal maneira!
Eis o porquê de termos motivos para uma Vida Abundante...

Dividir sempre com alegria...
Beijos

Bell disse...

Precisamos espalhar mais o amor de Deus por ai.

bjokas =)

Mariangela do Lago Vieira disse...

Oi que lindo o amor de Deus!
Só temos que agradecer!
Uma ótima tarde Tetê!
Beijão
Mariangela