terça-feira, 28 de agosto de 2012

O perdão

João estava muito magoado. Seu pai, Antonio, o ofendera muito e, sentido, ele pensou: essa que meu pai me fez eu não perdoo. Nunca mais vou visitá-lo nem tampouco recebê-lo em minha casa!
Ah... o perdão...
De acordo com os ensinamentos do antigo testamento, da lei judaica, a regra observada era a de que se deveria perdoar uma pessoa por até três vezes. Pedro, sendo generoso, pergunta a Jesus se deveria perdoar sete vezes e Jesus responde que se deve perdoar setenta vezes sete! O que isso representa? Que o cristão deve perdoar sempre a quem, pedir, arrependido. Nós recebemos de Deus perdão pleno sem merecermos o mesmo. E assim como Ele nos perdoa, devemos nós, respondendo ao Seu amor, perdoar.
O João, lá do começo do texto, se seguir a recomendação de Jesus, haverá de ir ao encontro de seu pai, abraçá-lo e perdoá-lo. E assim como ele, já pensou se cada um de nós procedesse da mesma maneira quando ofendido por alguém?
Que nós possamos, com o coração repleto de gratidão pelo perdão que Deus nos oferece e dá em Cristo, verdadeiramente perdoar aos que pecam contra nós!
- Egon Martim Seibert -

3 comentários:

Marili Alves disse...

Que possamos saber perdoar e ser perdoados para nossa evolução como cristãos.
bjbj

Maria Luiza disse...

É Marili tem razão: que possamos perdoar e ser perdoado. Amém! Beijão querida Tetê!

✿ chica disse...

Saber perdoar é importantíssimo e deve vir do coração, senão é blá´blá-blá apenas...beijos,tudo de bom,chica