sábado, 2 de novembro de 2013

Acolhida cristã

Quando viajamos de férias estamos cheios de alegria e sempre prontos a desvendar novos lugares. Quando vamos a outros países nem sempre conhecemos todos os costumes e nos sentimos um pouco perdidos. É diferente de estar em casa. Aliás, é bom sair de férias, mas depois de duas semanas começamos a sentir falta do que é nosso... Como é bom também voltar para casa e reassumir nossas rotinas.
Paulo, o apóstolo, era um viajante. Andava de cidade em cidade com um único objetivo: anunciar o Evangelho da salvação. Este sim sentia na pele o que é ser estrangeiro e hóspede... Em suas andanças ele construiu uma nova família, reunida em torno dos mesmos objetivos e com uma morada definitiva. Não importava o lugar, a casa, a hospedaria: o lar foi construído no coração de cada um. É dentro de nós que habita o amor de Deus e nos faz sentir membros de uma mesma família.
Existe algo maior do que uma moradia material; existe uma família cristã unida pelo mesmo amor que é ofertado por Deus a cada um de nós; temos uma cidadania fundamentada na Palavra de Deus e nas promessas de que o Seu Reino, que começa aqui neste mundo, será vivido também na eternidade.

Não sei qual é a sua situação de vida, onde você mora, como é sua família, se você está bem ou necessitado... mas, se você está se sentindo sozinho, como um estrangeiro perdido em um país desconhecido, conheça a família da fé e compartilhe com ela um amor incomparável de um Pai que vem ao nosso encontro e nos acolhe. (Douglas Moacir Flor)

2 comentários:

✿ chica disse...

Linda mensagem de acolhimanto!

Que bom te ver e foram só duas semanas? Parece ter sido um baita tempão.Senti tua falta! beijos,tudo de bom,chica( voltei faz pouco de uma fugida de 3 dias por aqui perto!)

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
S. Inácio de Loyola se sentiu peregrino, só e a pé...
Sei do que fala...
Seja bem vinda!!!
Bjm de paz e bem