terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Sinceridade

Não é riqueza de bens materiais que forma a personalidade do homem. Não é a alta posição social que faz de alguém uma pessoa benquista. Não é o grau de cultura que cria o caráter do homem. O que faz do homem uma personalidade, um homem de caráter, um homem de confiança é a sua sinceridade. Sinceridade para consigo mesmo, para com o seu próximo e para com o seu Deus.
João Batista é uma personalidade extraordinária, é exemplo de sinceridade. Um homem que falou alto pela sua simplicidade, humildade, honestidade e sinceridade. Os dirigentes espirituais do povo preocupavam-se com a pessoa e a obra do “pregador do deserto” e questionavam: Quem será ele? Donde veio? Que pretende? E o inquiriam... “Declara-nos quem és”... e João lhes disse com toda sinceridade que era percursor de Jesus e preparava o caminho para Ele realizar Sua missão.
Sejamos sempre sinceros. Sê sincero contigo, nunca procure enganar-te a ti mesmo. Dize e mostra ser aquilo o que tu és na realidade. Não precisas e não deves envergonhar-te de ti mesmo.
Leopoldo Heimann

Um comentário:

✿ chica disse...

Sinceridade primeio conosco mesmo e depois ela naturalmente chegará aos outros! beijos,chica