sábado, 12 de julho de 2014

De coração aberto

Paulo estava novamente em Jerusalém, três anos após sua conversão. Chegando ao templo ele surpreendeu os seus velhos amigos - os sacerdotes e fariseus - com a mensagem de Jesus; bastou saberem que tinha se tornado cristão para, num piscar de olhos, tornarem-se os seus piores inimigos. Paulo passou a procurar pelos cristãos; eles, porém, cheios de desconfiança, não queriam saber dele.
Assim, Paulo era ignorado pelos cristãos e odiado por seus ex-amigos; ele estava totalmente só. Um dentre os cristãos, porém, chamado Barnabé, notou que Paulo se tornou realmente diferente. Tomou coragem e levou Paulo consigo para sua casa. Paulo falou de seu encontro com Jesus, da sua comunhão com os cristãos de Damasco e tudo o que passou desde a sua conversão. Depois de conversarem bastante, Barnabé levou-o até Pedro e os demais discípulos. Assim, Paulo, finalmente encontrou novos amigos, pessoas que através da fé em Jesus, o Salvador, haviam se tornado filhos de Deus.

Aos olhos do mundo a bondade não compensa. Fazemos avaliações, elaboramos juízos e desconfiamos de tudo e de todos. Peçamos a Deus coragem para agir como Barnabé indo em busca dos que estão no desamparo e na solidão para levá-los ao grupo dos filhos de Deus!
J. Osberghaus 

2 comentários:

✿ chica disse...

Perder essa desconfiança e trabalhar o amor e bondade! Isso sim, faz bem! bjs,chica,m lindo domingo!

Anete disse...

Mensagem bonita, Tetê!
Paulo é um exemplo de vida transformada... Barnabé, lindo apoio e devemos aprender tb c ele...

Beijos...............