quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Força na dor

A tristeza entrou em meu lar deixando ali um vazio. Meu primeiro impulso foi desistir de tudo e sentar-me em desespero entre os destroços de minhas esperanças. Mas não me atrevi... Estava no campo de batalha e a crise estava às portas. Fraquejar um minuto seria por em perigo algum interesse santo, outras vidas seriam prejudicadas por uma demora minha ou se eu cruzasse os braços. Eu não podia parar nem para sofrer um pouco a minha própria dor...” Assim relatou um general contando a história dramática vivida por ele no tempo da guerra. Seu filho era tenente de bateria e ele comandava sua divisão num ataque; enquanto avançava no campo, seus olhos de repente caíram sobre um tenente morto, bem à sua frente... de um relance percebeu que era seu filho! O impulso do coração de pai era parar junto do morto querido e dar vazão à dor, mas o dever do momento ordenava que ele prosseguisse no ataque; assim, avançou rápido, liderando seu grupo no ataque.


A dor faz cicatrizes profundas; ela grava seus registros indelevelmente no coração dos que a sofrem; no entanto, na dor que foi devidamente aceita e suportada com ânimo, há uma influência humanizadora e fertilizadora. Deus estabeleceu as coisas de tal forma que, prosseguindo no dever, encontraremos a mais rica e verdadeira consolação. Se tomarmos as tarefas e deveres a que Deus nos chama, ficaremos mais fortes.
J. R. Miller

6 comentários:

Mirtes Stolze. disse...

Boa tarde Tetê.
Estou em lagrimas, não sei nem o que dizer, mas a sua postagem tocou no meu coração. Não posso nem parar para sofrer a minha dor, é assim mesmo que eu me sinto,não sei se sabe mais eu perdi meu sobrinho, jovem por acidente de carro,foi eu que o criei deste bebe, eu o ensinei tudo, estava no hospital quando ele foi para o interior com a namorada, saíram para um restaurante, na volta ele voltou bebendo, batendo assim o carro em uma vala e o carro capotou. A minha família , principalmente a minha filha precisa de mim tanto, que a minha obrigação e continuar lutando pela minha vida , também para da a ela um suporte necessário.
Nem preciso dizer que a sua postagem assim como foi importante para mim sera para muitos que tanto precisam de uma palavra de conforto divino.
Uma linda noite.
Abraços.

✿ chica disse...

A fporça não nos pode faltar nunca,tetê! Por vezes esmorecemos, mas logo levantamos e vamos que vamos! bjs, chica ( ao nosso lado temos quem de nós precise ser "levantado"!!!)

Anete disse...


Viver não é fácil... Têm situações de dores que não entendemos, por isso precisamos do Conselheiro e Consolador! O Ajudador Espírito Santo!!

Bonita e forte mensagem, Tetê!...
Abraço meu...

Mariangela disse...

Boa noite Tetê!
Muitas vezes passamos por dificuldades, situações, que achamos nunca ter fim... Mas com fé em Deus, clamando a sua força e misericórdia, tudo aquilo vai se dissipando.
Uma ótima noite para voc~e!
Beijos,
Mariangela

Maria Luiza disse...

"na dor que foi devidamente aceita e suportada com ânimo, há uma influência humanizadora e fertilizadora." Taí porque não sucumbi com a morte dos dois pilares de minha vida: mãe e marido. Dor aceita e devidamente compreendida por mim, sabendo que meu amparo maior é meu pilar forte e poderoso e sempre será! Beijos amada!

Bell disse...

Nunca estamos preparados para perder, e sofremos com a ausência.

bjokas força e fé =)