domingo, 21 de dezembro de 2014

4º Domingo do Advento - 7º dia da Novena

Aproximamo-nos do mistério do Santo Natal acompanhados pela Virgem Maria; acolhendo o convite de Deus para ser a Mãe do Salvador, ela O acolhe em seu seio virginal. O filho que dela haverá de nascer é o próprio Filho eterno do Pai; aquele que foi gerado desde sempre no seio do Pai agora é, na Sua humanidade, gerado no seio de Maria.
Maria é fé e acolhida, silêncio e vazio, para que a Palavra possa habitar dentro dela; a Virgem Mãe nos indica a atitude a desenvolver em nós em nossa caminhada para a celebração do Natal: silêncio para ouvir a Palavra do Senhor, vazio para recebê-la e fé para entregar-nos a ela. Maria recorda a humanidade capaz de dizer sim a Deus; quem sabe dizer sim como Maria ajuda a humanidade crescer. Conheço pessoas que, como Maria, humildemente colocam suas vidas à disposição do Deus Altíssimo e colaboram, com alegria, na obra da salvação.
Se nesse momento Deus solicitasse nossa colaboração, qual seria nossa disponibilidade? Encontraríamos graça diante de Deus, como Maria?
O Pão Nosso de Cada Dia

Hoje, 4º Domingo do Advento vamos acender a 4ª vela da Coroa do Advento. A quarta vela é a vela do serviço. Ao acendê-la, rezemos: Deus, nosso Auxílio e Fortaleza, as necessidades do mundo parecem tão grandes, e a nossa força tão pequena. Ajuda-nos a responder o Teu chamado como Maria o fez. Renovamos nosso compromisso de ser Teus servos, buscando ocupar nosso lugar na vinda de Teu Reino aqui na terra. Mediante Cristo, nosso Senhor. Amém.


7º dia: Tomar posse da promessa

Estou aqui, Senhor, ao Teu dispor; estou aqui, Senhor, para Te louvar, agradecer, bendizer, adorar e Te aclamar Deus Trino de amor! Espírito Santo, vem, transforma a minha vida, quero renascer; quero abandonar-me em Teu amor e derrubar as barreiras do meu coração. Amém!
Sabemos que Deus sempre cumpre Suas promessas e, hoje, veremos como devemos recebê-las em nossa vida e em nosso coração, para que sejamos verdadeiramente transformados neste Natal!
Pai, em nome de Teu Filho Jesus, pedimos a graça de acolher Tua promessa de amor em nossa vida. Amém!

Deus é fiel e, se Ele promete enviar Seu Espírito, certamente o fará. Ele quer nossa resposta, mas respeita nossa liberdade. Neste Advento, preparando-nos para novos propósitos de vida, Ele continua esperando nossa resposta de acolhimento ao Seu infinito amor. Tenhamos a coragem de dar este passo na fé e entreguemo-nos nos bracinhos abertos do Menino Jesus que já vai chegar. Humanos e pecadores como somos, muitas vezes nos vemos limitando o poder de Deus em nossa vida; aproveitemos a oportunidade do Advento para nos entregarmos sem restrições a este amor!
Acreditamos realmente que a promessa de Deus é para nós? Tomamos posse das promessas e procuramos nos comportar conforme o Espírito Santo nos ilumina? Os frutos do Espírito Santo são: paz, alegria, paciência, bondade, delicadeza, fidelidade, autodomínio; estes frutos aparecem em nossa vida?


Finalizando nosso 7º dia, não nos esqueçamos de nosso gesto concreto e, como Maria, guardemos em nosso coração: “Quem tiver sede, que se aproxime; e o que deseja, receba gratuitamente a Água da Vida Ap 22,17;” A água que eu vos darei se converterá em vós em uma fonte que brota para a vida eterna Jo 4,14; “A promessa é para vós e para os vossos filhos, e para todos os que estão longe; para todos quantos chamem o Senhor nosso DeusAt 2, 39.

3 comentários:

✿ chica disse...

Mais um belo texto pra refletir e vamos acender a 4 velinha hoje à noite! Agora falta pouco! bjs, chica

Maria Luiza disse...

Tetê, como o Avento é rico em nos abrir a nossa percepção, nosso coração para entronizarmos a Palavra Leituras riquíssimas, reveladoras nos permitem a mergurlhar fundo nesse tempo!Grande abraço, querida amiga! Deus seja louvado!

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Amiga.
Não estou rezando a novena corretamente,mas estou fazendo de coraçao.
Beijos.