quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Advento: tempo de amor

O amor não abole a lei; o amor é dom do Espírito e torna possível o cumprimento da lei. O Evangelho é dom gratuito, amor dado; mas o amor vive de reciprocidade: é apelo a ser correspondido, a ser livremente dado, acolhido e devolvido.
Edificante é escutarmos em nossa fragilidade humana o que diz Jesus: “vinde a mim vós que estais cansados e fatigados”. É tão bom quando estamos com sede e encontramos a fonte de água refrescante. Todos os que andam a margem da vida por causa da exclusão humana, encontram em Cristo o conforto e o alento necessários.
Somos convidados a passar de uma “moral de preceitos e proibições” a uma “moral do amor e da liberdade"; quem ama só faz o que é bom para si e para os outros. Quando estendo a mão ao necessitado estou vivendo o Tempo do Advento.
O Pão Nosso de Cada Dia

3 comentários:

✿ chica disse...

Um tempo lindo de viver nesse per´[iodo! beijos,tudo de bom,chica

Anete disse...

Tempo da GRAÇA...
Jesus Cristo trouxe-nos a liberdade do Espírito Santo...
É tempo de refletir... Tempo de Amor!
Em todo tempo viver o AMOR!

Beijos e abraços

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Tetê
Vamos caminhando rumo à Chegada Doce do Menino Jesus...
Bjm fraterno