domingo, 2 de junho de 2013

Nossa fé move a mão de Deus

Deus é nosso maior tesouro e só em comunhão com Ele nossa existência ganha sentido. O objetivo primordial de nossa existência não é realizar grandes feitos, ter sucesso ou adquirir riquezas... isso pode não valer nada se não conhecermos a Deus. Quem crê encontra a verdadeira vida e tudo alcança.
No Evangelho deste domingo (Lc 7,1-10) vemos um centurião romano que se despe das vestes do poder e da fama e, humilde e movido por sua forte fé, se aproxima de Jesus para pedir a cura de um servo doente. Um homem pagão, que julgava-se indigno de receber um milagre de Jesus, mas ciente de Sua bondade, misericórdia e poder. Jesus elogia a fé daquele homem e cura seu servo.
Com o Evangelho de hoje aprendemos que o Reino de Deus não veio para uns poucos escolhidos... ele chegou para todos os que o acolhem com humildade. Deus espera de nós que amemos a todas as pessoas sem distinção de raça, cor, religião, nível social, situação financeira. Saber viver com as diferenças é um ato de sabedoria e compreensão do Evangelho de Jesus Cristo. (Frei Anacleto Luiz Gapski)
 
Meu Altar
click e reze comigo

2 comentários:

✿ chica disse...

Conviver bem e respeitar as diferenças é preciso em todos os meios. beijos,tudo de bom,chica

Sandra Rossi disse...

Que saibamos amar ao próximo como a nós mesmos.