sábado, 28 de setembro de 2013

Comprometimento com a missão

Na medida em que Jesus ia mostrando o Seu engajamento com a missão que o Pai lhe confiara, os discípulos iam percebendo que havia um mistério maior a envolver o Mestre. Sentiam-se próximos, atraídos pelo convite a segui-lO e, ao mesmo tempo, iam se sentindo distantes, percebendo as motivações misteriosas que guiavam o Mestre em Suas atitudes e afirmações. Jesus explicitava convictamente Seus pressentimentos sobre o futuro iminente que O aguardava.
Os discípulos viviam um impasse. Tinha iniciado com alegria seu discipulado, vendo como até os demônios Lhe obedeciam. Mas na medida em que iam se envolvendo com a nova realidade suscitada pelo Mestre, começavam a temer pela sorte dEle. Mas é de imaginar que mais temiam pela própria sorte, nesta aventura que tomava direção bem diferente da que tinham imaginado. Sentiam-se inseguros, não entendendo, e ao mesmo tempo sem coragem de perguntar a Jesus.
Este mesmo caminho continua sendo proposto para todos os que querem ser discípulos de Jesus. É fácil acompanhar seus primeiros passos, cheios de prodígios encantadores; difícil é mergulhar no mistério de Cristo, que rejeita as simplificações e a superficialidade de uma fé ingênua e não comprometida com a missão. (Dom Luís Demétrio Valentini)

2 comentários:

✿ chica disse...

Belas palavras sempre por aqui! beijos praianos, lindo domingo!chica

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Tetê
Começando pela família e terminando onde Ele nos deseja... urge a missão que é de todos nós...
Bjm de paz e bem