domingo, 2 de fevereiro de 2014

Apresentação do Senhor

A Apresentação do Menino Jesus no templo encerra as celebrações natalinas e acena à celebração da Páscoa.
Depois da apresentação do Pastor aos pastores, do Rei aos reis, do Senhor aos humildes, acontece a apresentação oficial de Jesus ao povo ao qual foram dados a lei, o templo e a profecia; Jesus é a Palavra feita carne, a Glória de Deus entre nós, a Sua própria face. A Sua primeira ida a Jerusalém marca a passagem da fase da promessa e da espera para a fase da realização e da presença; termina a noite da vigília que sempre precede o curso do sol.
No templo o Menino é circuncidado e recebe o nome de Jesus que quer dizer “Deus salva”, porque estamos perdidos e só podemos conhecer Deus como aquele que salva. Aquele Deus santíssimo que nos enchia de medo pode ser nomeado porque é nosso Salvador. Não é necessário ser justo e santo, pois ninguém é justo diante de Deus. Por isso, os únicos a chamá-lo pelo nome são os que se reconhecem pecadores, injustos e necessitados.
A Apresentação de Jesus no templo é ocasião para captarmos um elemento essencial da pessoa e da obra de Jesus. Se o templo está cheio da glória de Deus, Jesus é a própria glória escondida na pequenez de uma criança; se o templo guarda a Arca da Aliança, Jesus é a nova e definitiva Aliança. O Senhor finalmente vem ao Seu templo para declarar que foi superado por Sua Presença.
Pe. Antonio José de Almeida

2 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Tetê
Que apresentemos ao Senhor tudo sobre nós e que Ele nos remodele!!!
Bjm fraerno

✿ chica disse...

Linda essa passagem, mais essa,né?^ bjs, tudo de bom,chica