quinta-feira, 6 de março de 2014

Conversão e perdão

Saulo de Tarso era um erudito do primeiro século, porém não se contentava em acumular um vasto conhecimento dos escritos religiosos; era um homem de ação, um militante que para servir a Deus, queria guardar pura a religião judaica, por isso perseguia os cristãos.
Mas, certo dia, a caminho de Damasco, encontrou Jesus, e sua vida mudou por completo. Tocado no mais profundo de sua consciência, Saulo percebeu que estava perseguindo o próprio Deus, pois viu em Jesus - a quem menosprezava - o Filho de Deus ressurreto. Sua vida, então, se transformou completamente; o que buscava no passado já não tinha qualquer valor. O que antes menosprezava, agora era precioso para ele. Saulo se convertera e, assim, nasceu o apóstolo Paulo.


Ao longo dos séculos, milhões de homens e mulheres voltaram-se a Jesus para receber o perdão divino e uma nova vida espiritual. Sem ser tão espetacular quanto a do apóstolo Paulo (At 9,4-5), a conversão é um acontecimento de suma importância para cada ser humano; ela se caracteriza por uma completa mudança de objetivos e comportamento a fim de que somente Deus seja o Senhor. O cristão não busca justificar suas faltas, mas as reconhece diante de Deus e recebe Seu perdão.
Devocionário Boa Semente 

2 comentários:

✿ chica disse...

Sempre lindas mensagens e reflexões aqui! bjs,m tudo de bom,chica

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Que Deus converta o nosso coração a cada dia mais e mais!!!
Bjm fraterno