sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Nos braços do Pai

Não há lugar melhor do que os braços de quem ama a gente, principalmente quando a gente mais precisa de afeto, carinho e acolhimento. Os nossos erros, os dissabores da vida trazem um gosto amargo e a pior das sensações é sentir  a indiferença do mundo, principalmente quando erramos, quando falhamos.
O filho pródigo, da parábola contada por Jesus, certamente lembrou-se de que os braços de seu pai eram muito amorosos e eram um bom lugar para se estar quando se precisa de perdão e acolhimento; por isso, quando estava na pior, não titubeou e voltou correndo para casa. Jesus contou essa parábola para deixar na nossa lembrança a imagem de que, não importa o tamanho do erro ou do pecado, Deus sempre estará de braços abertos, bem abertos, infinitamente abertos para nos aconchegar, acarinhar e dizer: eu te perdoo meu filho!
Por isso, sempre que precisar, volte para os braços do Pai, Ele estará sempre esperando você voltar; o Seu amor é infinito e Sua misericórdia não tem fim. Por isso, sempre que bater a necessidade de perdão, paz, carinho e acolhimento, corra para os braços do Pai!
Tiago José Albrecht

5 comentários:

Anete disse...

Tetê, realmente, precisamos muito dos Braços do Pai! Neles encontramos socorro, forças novas e a verdadeira paz!...
Dia após dia... Que bom que Ele está sempre pronto a nos abraçar.
BomBom fim de semana! Doce e alegre...
Bjs

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia Amiga.
Com certeza nós braços do senhor nós sentimos amada, amparada e ele sempre nós acolhe. Um lindo fds. Beijos.

Mariangela do Lago Vieira disse...

Eu tenho tanta certeza disto Tetê! É isto que me consola...de estar nos braços Dele!
Beijão amiga!
Mariangela

ONG ALERTA disse...

Divino Bjbj Lisette.

Maria Luiza disse...

Tetê, realmente é dificílimo estar só nesse mundo tão perverso, por vezes e é bom saber que podemos descansar e encontrar a paz nos braços do Pai! Eu só conto com Ele! Abração! Lindo domingo e semana!