quarta-feira, 18 de julho de 2012

Contemplemos a face de Deus

A fé abre-nos o horizonte. O amor traz-nos a paz e fundamenta-nos nesta terra em que vivemos. Jesus vê ao longe, e abre-nos os olhos para a verdade do Reino. Sem a abertura de alma e sem humildade somos incapazes de reconhecer a presença do Reino entre nós.
O Evangelho de hoje é precioso para testemunhar a consciência que Jesus tinha de Sua identidade e de Sua missão. “Ninguém conhece o Filho senão o Pai, e ninguém conhece o Pai senão o Filho”... Jesus tinha de si mesmo e de Seu mistério uma consciência tão profunda que só se sentia compreendido pelo Pai, por mais ninguém. Pai e Filho se entendem de maneira única e igualitária. Jesus se coloca à altura de Deus e, um dia Ele disse claramente: “O Pai e eu somos um!” Jesus se sentia conhecido unicamente pelo Pai e O conhecia do mesmo modo, e se propunha a revelar o mistério do Pai a todos a quem Ele quisesse revelar.
Deus não está alheio aos acontecimentos humanos. Os pobres, os pequenos e os humildes são exaltados pelo Cristo, pois se abrem mais prontamente à verdade do Reino. Os orgulhosos e prepotentes, não. Este é o mistério de Jesus, esta é a face do Deus verdadeiro.
- Dom Luís Demetrio Valentini -

2 comentários:

Brisa da Manhã disse...

Olá! Você sempre com maravilhosos posts! É muito bom vir aqui! Obrigada por sua visita! Beijos suaves da Brisa da Manhã

Pollyanna Monteiro disse...

Que alegria receber comentários e, com eles, o carinho dos amigos! Muito obrigada por sua visita! Graça e Paz! Beijos no seu coração. Polly