sábado, 7 de setembro de 2013

Justiça, fé e paz

Hoje é Dia da Pátria e é bom lembrar que só há uma grande nação quando a pessoa humana é o centro de tudo. Mesmo uma estrutura, teoricamente bem elaborada, não pode ser mais importante do que a pessoa que luta por uma vida digna. Nenhum sistema pode ser usado para justificar interesses contrários à população.
Há momentos em que a pessoa decide mudar o rumo de sua vida e vê que não dá mais para continuar afundado no erro. Então é hora de ser firme e inabalável na fé: é preciso ser santo. Foi para isso que Jesus veio e deu Sua vida: morreu para que o ser humano se restaure e seja valorizado acima de tudo, acima de regras que às vezes são só formalistas.
O cristão, que aceitou Jesus e Sua proposta, sabe que a condição primeira para lutar por um mundo realmente novo é ser santo, irrepreensível e inabalável na fé! (Pe. Ferdinando Mancílio)

Bem-aventurados os que constroem a paz, porque serão chamados filhos de Deus (Mt 5,9).

Hoje, atendendo a convocação do Papa Francisco, a Igreja está unida em orações pela paz mundial, especialmente no Oriente Médio. Clamemos ao Senhor que nos dê à todos a Sua paz! 

Daí a paz, Senhor, àqueles que em vós esperam, escutai a oração dos vossos servos e guiai-nos no caminho da justiça (Eclo 36, 18-19). 

2 comentários:

✿ chica disse...

Essa união em oração pela PAZ é muito válida! Que sejamos atendidos! beijos,chica

Ane disse...

É verdade Tetê!Pena que no nosso país a pessoa humana não é prioridade...Ei,nunca mais escrevi nada,tá faltando inspiração...(risos)
Mas realmente Marina parece com a minha personagem Aline.Lembra dela?Adorava investigar as coisas.Beijos!